VERDADES E MENTIRAS: EM QUEM DEVO ACREDITAR?

REAL SITUAÇÃO DAS FINANÇAS DA CIDADE

Por Jose Luiz Ferreira 04/01/2017 - 15:43 hs

COMO DE PRAXE ACONTECEU A TRANSIÇÃO. O PREFEITO HELVÉCIO REIS BAIXOU DECRETO INSTALANDO A TRANSIÇÃO E INDICOU 3 PESSOAS. O PREFEITO ELEITO NIVALDO ANDRADE INDICOU 3 PESSOAS E JUNTOS DESDE NOVEMBRO RECEBEM E APURAM AS CONDIÇÕES FINANCEIRAS E LEGAIS DA ADMINISTRAÇÃO. NO DISCURSO DE POSSE O PREFEITO AFIRMOU QUE AS CONTAS ESTAVAM EM DIA, SOMENTE O DÉFICIT DA FOLHA DE PAGAMENTO EM TORNO DE 400 MIL REAIS POR MÊS É QUE ESTAVA JÁ LHE CAUSANDO GRANDES PREOCUPAÇÕES. NO DIA 2 DE JANEIRO, O PREFEITO CONVOCA UMA COLETIVA E AFIRMA QUE O RELATÓRIO DA TRANSIÇÃO, FEITO PELOS 3 MEMBROS DA SUA CONFIANÇA NÃO ESTAVAM CLAROS E NÃO DAVAM UMA CERTEZA DA REAL SITUAÇÃO E QUE DEVIDO A ESTAS DÚVIDAS QUE OS SEUS DE CONFIANÇA LHE DERAM, ELE DECRETAVA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA FINANCEIRA. SÃO VÁRIOS PONTOS A CONSIDERAR: PRIMEIRO A INCOMPETÊNCIA DOS SEUS MEMBROS DE CONFIANÇA QUE NÃO SOUBERAM ENTENDER NADA DO TIVERAM ACESSO DURANTE A TRANSIÇÃO, AGORA VEM E DEDUZ QUE NA DÚVIDA É MELHOR ENTENDER QUE TEM FURO? É UMA DECISÃO MUITO SÉRIA DIZER ÀPOPULAÇÃO QUE POR ESTAR EM DÚVIDA PREFERE ADMITIR SITUAÇÃO PRECÁRIA. O PROCURADOR PAULO PROCÓPIO NO DIA SEGUINTE CONVOCA OUTRA COLETIVA E AFIRMA SITUAÇÃO DE CALAMIDADE FINANCEIRA. NA VERDADE TANTO O PREFEITO QUANTO O PROCURADOR NÃO TEM QUE DIZER AO POVO QUE NÃO ENTENDERAM OS NÚMEROS E CONDIÇÕES APURADAS PELO SEU PESSOAL INCOMPETENTE DA TRANSIÇÃO COMO SE FOSSEM FATOS CONCLUSIVOS E REAIS, ENTÃO QUE APRESENTEM AS PROVAS DE TAIS CONCLUSÕES.