DIA DE FINADOS

Por Jose Luiz Ferreira 31/10/2016 - 13:16 hs

Os crisântemos lideram historicamente a preferência de compra dos consumidores no momento de prestar homenagens aos mortos. Eles devem representar 64% das vendas no varejo, já que os crisântemos são as opções mais econômicas e duráveis do mercado. Em seguida vêm as rosas, com 22% das preferências. Outras flores da região, como margaridas ficarão com 7% das compras, índice inferior aos 18% verificados em 2015. As orquídeas as mais caras, diminuíram o percentual de vendas. Também a venda de velas de vários modelos e tamanhos movimentam o Dia de Finados. Em proporções menores, a venda de água, flores artificiais, vasilhames e salgados completam as atividades de Finados.

Saudade. Esse é o sentimento que invade os corações daqueles que perderam seus entes queridos. Levar uma flor e ascender uma vela na sepultura é uma tradição e uma forma de homenagear aquele que se foi deixando um vazio de tristeza aos que ficaram. O dia 2 de novembro, conhecido como Dia de Finados, Dia das Almas, Dia dos Mortos, entre outros nomes, é a data onde as peregrinações aos cemitérios se intensificam com flores, velas e orações.